10 de janeiro de 2008

MAIS PERTO

Pois é, agora posso falar essa frase aí do título... Mas será que estou preparada para tudo que isso implica? I hope so...
Como não atualizava o blog desde o ano passado (nossaaa!!!!) agora tá na hora de atualizar e começar a contagem regressiva.

Depois de fechar com essa família de New Jersey continuo falando com a hostmom por email. Mas faltava o principal, né? O bendito VISTO...
Pra chegar lá tive q ultrapassar algumas barreiras, a 1ª foi a passagem, êta início de ano complicado, não consegui achar uma única promoção em passagens aéreas, pior, as passagens subiram vertiginosamente, eu pagaria quase 900 reais pra ir e vir de avião pra Recife, então lembrei do bom e velho busão, mas achei q tb seria um absurdo de caro. Que nada! Paguei 365 reais pra ir e vir, obviamente q foi uma viagem bem mais longa e cansativa, mas deu pra economizar um pouco, até porque cheguei àquela fase q já tô usando cartão de mãe, irmão, tia, etc... Qdo vou pagar??? Só Deus sabe!

Cheguei à Recife com 1 dia de antecedência e graças a Deus q Ele colocou AMIGOS maravilhosos em meu caminho q me receberam MUITO bem, quase teve briga pra me hospedarem (kkkkkkk), mas apesar do tempo curto deu pra curtir um pouco da cidade e pretendo voltar lá o mais breve possível. Mas chegou então o temível dia...

O DIA V
Cheguei ao consulado por volta de 12h e já tinha 2 garotas conversando. Minha entrevista tava marcada pra 13:30h, logo emendei numa conversa com a Erica lá de PE q tb tá indo ser au pair pela CC (em VA). A pobrezinha tava lá desde 10 da manhã e eu achando q tinha chegado cedo, Aí o tempo foi passando, o povo foi chegando..., até q começamos a entrar às 13;20h. Toda aquela burocracia de detector de metal, foto, bolsa, celular, etc. Passado o 2° detector logo fomos atendidos pela mocinha q checou nosso passaporte e formulários e lá fomos nós para frente da salinha envidraçada.
O ar condicionado tava terrível e eu com o frio do nervoso e o frio do ar, tava até tremendo!
Essa parte demorou mais e eu fiquei treinando com Erica as possíveis perguntas... e o segurança colocando medo na gente...aff aff. Até q a senha dela foi chamada às 14:10h+-. O dela foi concedido e ela saiu quase pulando. kkkk
Aí começou minha odisséia, a moça loira falou um boa tarde com sotaque carregadíssimo e já disparou em inglês... Ela teve q repetir 3 vezes mão esquerda pra eu entender q ela tava querendo colher as digitais, comecei a tremer mais ainda pela gafe cometida logo de cara. Depois das digitais começaram as perguntas:
Aline, o qve vai fazer nos EUA?
Para onde vc vai?
O q vc sabe sobre Morristown? (Eta nem ensaiei essa!)
Qtas kids?
Já q são teens pq precisam de au pair? (Eta, eu sabia q ela ia perguntar isso!)
Vc já tem sua habilitação?
Pausa... digitando...
O q seu pai faz?
E sua mãe?
O q vc faz no CCAA?
Vc ensina o quê lá?
Qto vc ganha? (Essa tb foi surprise)
Vc estuda?
Formada em q?
Onde vc estudou?
pausa... digitando...
O q vc pretende fazer qdo voltar?
Ok... pausa... digitando... longa pausa (Ai foi negado!) ... digitando... assinando...
Nesse momento ela disse alguma coisa q eu não entendi (mas acho q era em português) concedido. Aguarde um momento por favor. (Ué ela disse concedido ou não concedido???)
Voltou e disse: Qdo tiver um tempo leia atentamente esse livrinho não precisa ser agora, mas leia qdo tiver tempo, seu visto foi concedido, pode ir ao guichê , pagar a taxa e depois o sedex.
Acho q teve mais pergunta mas não lembro direito kkkkkk

Erica disse q eu saí de lá com uma cara de negado kkkkkkk sei lá mas achei meio bronca essa entrevista, td mundo dizia q era pouca pergunta kkkk, but anyway...
Paguei a taxa pra uma senhora simpática q me desejou boa viagem e fui preencher o sedex.
As 2 outras pessoas atrás de mim tb foram aprovadas.
Liguei pra minha mãe e ela não tava, liguei pra meu noivo e pedi q ele a avisasse pq meu cartão tava indo pras cucuias.

Mais tarde minha mãe me ligou chorando. Daí a ficha começou a cair. Caramba! lembrei de meu pai e o q ele me diria naquele momento: "Não te falei q tu ia conseguir, menina véia? Agora vai começar o chororô!" E eu chorei, chorei e chorei
Chorei pq vou ficar longe da minha mãe, do homem q amo, dos meu irmãos malas q eu tb amo demais, da minha família, dos meus amigos, da minha terra tão quentinha, enfim, chorei pq não tenho mais meu pai e isso dói muito!
... ... ...
Agora venham as malas pra arrumar kkkkk
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo