15 de janeiro de 2009

Novembro

04/11/08: Dia de eleição = menino sem aula = trabalho o dia inteiro. Nem equação de segundo grau me deixava tão desanimada. Os 2 lindos me acordaram às 6:30 da manhã qdo eles podiam dormir até tarde, são uns bestas mesmo (kkkk).
A agência não vai aceitar as aulas que tô tendo pq não é college. Pode? Agora só resta a opção de aulas nos FDS e a mais perto é só em janeiro, 350 contos...

05/11/08: Esse guri menor tem algum problema mesmo. Tava tentando me beijar na boca, eu hein, sai pra lá!!! Pior que trabalho até tarde de novo, aff aff.
Será uma grande utopia o que tenho buscado? Parece lindo e perfeito qdo leio ou escuto nas canções, mas na prática...

06/11/08: Eta semana! M me acordou às 3:10 da manhã desesperado procurando pela mãe dele, eu morta de raiva, levei ele pro quarto dela e disse: Quem é aquela ali dormindo??? Ele foi deitar com ela... Mas daí já imagina como ficou meu humor o resto do dia, qdo os 2 chatos começaram a brigar eu dei uns berros neles.
E agora o pai desses guris que eu nunca nem vi a cara fica querendo me pertubar, foi dizer pra não sei quem q eu não sei cuidar de criança. O que aconteceu foi que o mais velho tava se sentindo mal, mas não me disse e ligou pro pai dele, daí o pai dele fala comigo no telefone já dizendo pra eu dar remédio pro guri e fazer sopa. Eu apenas disse ok. Disso ele foi dizer que teve que me dar instruções no telefone, acredita??? NUNCA mais falo com esse senhor, trabalho pra ex mulher dele e não pra ele. Ridículo! NADA e absolutamente NADA me surpreende mais nesse povo daqui, pode até me pegar de surpresa, mas me chocar não.

10/11/08: O cabeça de bagre do J me desobedeceu e saiu de bicicleta, daí levou um quedão e machucou o cotovelo, fez o maior escândalo dizendo q tinha quebrado o braço, eu chequei e claro q não tava quebrado, mas a forma como ele gritava parecia que tava morrendo. Daí enquanto eu pensava o que fazer, ele liga pro pai dele e diz que o pai dele queria falar comigo, eu me neguei depois do que tinha acontecido no outro dia, ele falou não sei o que lá e eu então decidi e liguei 911, esse guri começou a gritar feito um doido dizendo que o pai dele tava vindo buscá-lo pra levar pro hospital e não era pra eu ligar pra emergência apenas ignorei enquanto falava com a atendente, depois que desliguei me virei pra ele e disse que ele estava dizendo que o braço tava quebrado portanto o certo era ligar pra ambulância. Ele ficou com mais raiva ainda e saiu gritando e chorando feito um pertubado. Arrumei o menor e em 5 minutos chegaram 2 carros policiais e a ambulância e lá fomos os 3 pro hospital. Ficamos no corredor (sim, aqui tb paciente fica no corredor kkk e é pq é pago, imagina se não fosse!), levou umas 2 horas até liberarem o guri dizendo pra ele colocar compressa de gelo pq não tinha nada quebrado. Daí começou a chatice pq queriam comer lá no hospital e eu só tinha dinheiro pra pagar o táxi, esses 2 guris pertubaram TANTO q se fossem meus filhos eu teria enchido eles de bolacha ali mesmo. Qdo cheguei em casa e fiz algo pra comer, eles não comeram, daí foi minha vez de “pirar”, VCS NÃO TAVAM MORRENDO DE FOME, SEUS COISAS?????? Kkkkkkkkkk

11/11/08: O “amor” que a TV mostra é tão tosco baseado em emoções passageiras, como se um beijo fosse ser o que vai definir com quem vc vai ficar pra sempre... Tô ficando com raiva de ver essas besteiras.

13/11/08: Okay! Eu sei, eu sei... também preciso me dar um desconto de vez em quando: Stress com o cagão, com G, minha confusão mental e no topo de tudo isso as piores TPM’s de todos os tempos.

17/11/08: G tá com outra pessoa, hoje vi a confirmação. Eu sei que não deveria ficar assim, mas eu esperava mais dele, esperava que ele estivesse assim como eu orando e não dando bola pro primeiro rabo de saia que passou na frente dele. O que me deu mais raiva ainda foi que ele levou ela pra “nossa” praça e pro “nosso” banco. Tinha que ser na semana dos meus 25 anos???

18/11/08: Acabei de ter o maior arranca-rabo com M. Odeio qdo perco o controle. Odeio saber que G tá com aquela sirigaita. Por que as lágrimas não cessam??? Agora entendo a música do Maná que diz: “Estou vivendo sem poder viver e estou morrendo sem poder morrer.”
Uma coisa é certa: uma hora as lágrimas param de brotar das profundezas do meu ser e a dor vai passar... (pq não agora?)

19/11/08: 25 aninhos!!!!
Mas doente, garganta super inflamada e dor no corpo, mesmo assim me entupi de remédio pra ir jogar boliche à noite, só Ariana me parabenizou. Mas sair deu uma aliviada no stress. Porém, entretanto, todavia... tive uma discussão com a chefa qdo cheguei em casa sobre férias. Ou seja ela me enrolou direitinho pq como de vez em qdo ela me dá uns dias off, ela contou isso como férias (e claro que pautada no que a agência diz tá certo). Adeus Disney em janeiro! Toma, Aline!
HAPPY BIRTHDAY TO ME!

20/11/08: Segunda noite seguida de insônia. O que tá acontecendo comigo? Qdo durmo acordo chorando...

21/11/08: “A coisa certa na hora errada é a coisa errada.” Preciso dormir pq isso tá me matando.

22/11/08: Ainda doente. A voz quase não sai, mas a cabeça parece viajar a mil por hora. Eu devia era ficar de boa, afinal não foi eu mesma no alto de toda “maturidade” que falei pra minha sogrinha (ou ex) que “não importa o que aconteça, não importa qto tempo passe. Se eu e G tivermos que nos casar, nós nos casaremos.”? Então pronto! Isso é FÉ! But definitely I’m not over!

25/11/08: What the heck am I doing? What am I thinking? What’s wrong with me?
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo