29 de julho de 2010

P.S. Eu Te Amo [editado]

Livro adaptado para o cinema - Desafio Literário 2010 (Julho)




PS, Eu Te Amo.
Cecelia Ahern
Editora Relume
438 páginas




Antes de iniciar a leitura relutei bastante porque como aconteceu com O Diabo Veste Prada, eu vi o filme sem saber que existia o livro. Qual não foi minha surpresa ao constatar já nas primeiras páginas que o filme não tinha quase nada a ver com o livro (apesar de ser baseado nele). As mudanças “hollywoodianas” desse realmente me pegaram de surpresa. Muitas, MUITAS mudanças.
Na minha opinião foi exatamente o que aconteceu com Um Amor Para Recordar, fizeram um filme bom, mas com uma ENORME diferença em relação ao livro.

Então, PS, Eu Te Amo foi praticamente inédito com tantos personagens que não aparecem no filme (a família da Holly é tão maluca e legal). De longe o livro é bem melhor do que a adaptação cinematográfica (novidade!), não que o filme seja de todo ruim, mas depois de ler o livro fica meio sem graça (o filme!). O livro traz uma realidade mais aguçada sobre a viuvez da Holly, eu consegui sentir a dor, o pavor, as dúvidas e todos os sentimentos e emoções da Holly de forma mais pungente lendo o livro (e olha que chorei vendo o filme naquela parte em que tem aquela música “I will love you ‘til the end...”)

E que final! Talvez para alguns seja um final sem graça e idiota, mas se for levado em consideração a força do amor entre Gerry e Holly, a autora arrematou perfeitamente (minha opinião). Na verdade o fim do livro não é um fim em si, mas um começo... (parando de falar antes de virar spoiler).

PS, Eu Te Amo é o tipo de livro pra se ler de mente e coração abertos. Prepare-se para rir e chorar, ficar com raiva e se angustiar, mas acima de tudo para amar. É uma lição de amor, mas vai além, é uma lição de vida sobre o aprendizado de valorizar as pessoas e aproveitar todos os momentos com quem amamos porque a vida é curta e quando você percebe aquela pessoa não existe mais e o que resta são lembranças e a saudade, e você se depara com duas opções: (1)Continuar vivendo; ou (2) Se deixar morrer aos poucos.
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo