13 de agosto de 2010

O Caso das Rosas Fatais

Romance Policial - Desafio Literário 2010 (Agosto)



Título: O Caso das Rosas Fatais.
Autor: Mary Higgins Clark.
Editora: Publicações Europa-América
Páginas: 394


Quando iniciei a leitura e percebi algumas palavras que não entendia e aquelas colocações pronominais que soavam tão  estranhas (ah, português de Portugal), pensei em desistir, até porque era livro reserva e eu estava lendo antes da primeira opção. Mas, entretanto, sobretudo, todavia, isso é um desafio, né?  Comecei a ler no meu intervalo da manhã e literalmente foi um livro lido em uma sentada (andada também).  À noite só faltavam as últimas 5 páginas.
O que prendeu minha atenção???
As duas mulheres que a assistente da promotoria Kerry observa no consultório do Doutor Smith. 
Depois disso quero saber quem é Suzanne e qual o motivo para que o mesmo Dr. Smith mencionado acima fique reproduzindo o rosto da filha assassinada.
E o que o cliente do ex-marido de Kerry tem a ver com a história?
O ex-marido de Suzanne é realmente culpado pela sua morte como afirma o Dr. Smith?
Por que Jimmy não quer que Kerry reabra o caso do assassinato de Suzanne e ameaça sua filhinha?
E Kerry vai mesmo arriscar a possibilidade de ser nomeada à juíza e a vida da própria filha para investigar um caso encerrado há mais de 10 anos?
Foram todas essas perguntas e mais algumas que me fizeram mergulhar de cabeça na história. E como boa fanática por mistérios e romances policiais, a única coisa que eu sabia era que o verdadeiro assassino não era quem parecia ser, mas mesmo assim o fim foi uma grande surpresa.
Nota: Bom, quase muito bom.
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo