18 de setembro de 2010

Economia inteligente


 Deveria ter feito esse post no domingo passado, mas... antes tarde do que nunca, né não?
Os estudos desse mês na igreja The Journey é sobre algo que afeta 100% da população mundial.
Isso mesmo: dinheiro, din din, money, bufunfa, $$$ (som de caixas registradoras kkkkk).
Domingo passado aprendemos sobre "Intelligent saving" (traduzi como está no título do post).
Como achei interessante, resolvi compartilhar aqui um resumo do que aprendi.


Cinco príncipios bíblicos para a estabilidade financeira:

1- Príncipio da contabilidade - Manter bons registros (sou péssima nisso!). Esse príncipio é simples: Saiba para onde seu dinheiro está indo. Algumas perguntinhas que nos ajudam:
*Quanto eu tenho?
*Quanto eu devo?
*Quanto eu faço?
*Quanto eu gasto?
Textos para checar: Provérbios 27:23-24 e Provérbios 23:23

2-Príncipio do orçamento - Planejar meus gastos. Em outras palavras, dizer ao meu dinheiro aonde ele deve ir antecipadamente (ouviu, dinheiro??? Nada de desviar a rota naquele shopping center ali!).
"Liberdade financeira não tem nada a ver com quanto você faz, mas sim com quanto você gasta."
Versículo: Provérbios 21:20b

3-Príncipio da economia - Guardar para meu futuro. Tipo assim: 10% dízimo; 10% investir ou pagar dívidas; 10% poupar e viver com os 70% restantes. Olha o que Provérbios 21:20a e Provérbios 13:11 dizem.

4-Príncipio do dízimo - Devolver dez porcentos para Deus. Pois é, Ele não precisa de dinheiro, mas quando dizimamos estamos dizendo a Deus que queremos colocá-Lo como prioridade em nossas vidas. Dizimar pode ser resumido assim: Agradecer a Deus pelo passado; Priorizar Deus no presente; Confiar em Deus para o futuro.
Checando a Bíblia, rapá: Malaquias 3:10; I Coríntios 16:2 e Provérbios 3:9-10.

5-Príncipio do contentamento - Apreciar o que eu tenho. Iiiiiih, acho que essa é a parte mais difícil de todas, todo dia sai um celular mais avançado do que outro, um carro mais bacana do que o outro, um computador mais massa do que o outro...
Eclesiastes 6:9.

Para terminar, um versículo para memorizar:
Os pensamentos do diligente tendem à abundância, mas os de todo o apressado tão somente à pobreza. Provérbios 21:5

Não quer dizer que a gente vai ser rico, ou TEM que ser rico, mas planejar nossas finanças cuidadosamente é sinal de sabedoria, como já dizia o Salomão (rsrsrs).

Um grande abraço!

  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo