15 de fevereiro de 2011

Someone's Son, de Brenda Rhodes




Título: Someone's son* (O filho de alguém)
Autor: Brenda Rhodes
Editora: WinePress Publishing
Ano: 2010
Páginas: 208 










 SINOPSE: 
Molestação sexual... vício... homossexualismo... HIV/AIDS... doença e hospitalização... morte.

Tristemente essas marcas na estrada da vida são familiares. Brenda Rhodes sabe disso muito bem. Em Someone's son, Brenda descreve como ela assistiu seu sensível e criativo filho, Ronal Paul, se auto-destruir enquanto trilhava esse caminho. Ela se sentiu sem poder para trazê-lo de volta para segurança.
Someone's son é uma biografia de tragédia pessoal, mas é mais que isso. É um relato do amor fiel de Deus por um filho pródigo. Começando com sua própria história, Rhodes escreve sem hesitação sobre os anos em que ela se afastou de Deus. Ao fim de seus recursos, ela O ouviu insistindo para que ela permitisse Ele ser Deus na sua vida e de seu filho. Ela o fez e encontrou esperança no fim da estrada.
Someone's son vai tocar seu coração, mexer com sua fé e acordar sua preocupação por aqueles que lutam com vícios e outros problemas sérios. Vai te deixar com a confidência que quando você encontrar alguém como Ronal Paul, você vai perceber que ele ou ela não é apenas mais um viciado em drogas ou portador da AIDS.
Ela é a filha de alguém - e ele é o filho de alguém.



Hummm... Fevereiro tem sido o mês das biografias... Interessante...
Bom, só pela sinopse dá pra perceber que esse livro é triste, sobre vidas e sonhos destruídos e uma mãe lutando pela recuperação de seu filho. Traz uma mensagem de amor e esperança para famílias que sofrem com alguém envolvido com drogas e portador da AIDS, além de tratar sobre homossexualismo e abuso sexual.

Recomendo o livro, primeiro para quem gosta de biografias e não fica horrorizado com algumas coisas a ponto de ficar: "Mas isso é uma história real???". Sim, meu filho, é uma história real.
Depois, para pessoas que se interessam por temas como estes e/ou que desenvolvem trabalhos/ministérios com pessoas nas situações citadas. Lembrando que esse livro é um relato pessoal/particular de uma mãe específica. As situações podem variar de família para família e pessoa para pessoa.


Uma coisa que me chamou atenção foi o fato de muitas vezes encararmos viciados como pessoas que não mudam porque não querem (alguns casos sim eu sei, é isso mesmo), mas eu não faço a mínima idéia do que é ser completamente dependente de uma substância ou coisa ou sei lá o quê, que te faça perder completamente a razão a ponto de fazer o que testemunhamos todos os dias na TV, noticiários, etc. O livro me ajudou a ter uma visão menos preconceituosa em relação a esses casos (não vou mentir, mas ainda não é 100%)

Há algumas "coisinhas" de cunho teológico no livro que soam estranhas para mim, mas cada um tem que ler e tirar sua próprias conclusões. 


Mais informações sobre o livro e a autora, visite o site (em inglês) aqui.






*O livro foi disponibilizado gratuitamente para a participação no BlogTour.
 
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo