12 de março de 2012

Laços Mortais, de Vicki Hinze [atualizado]






Título: Deadly Ties*
Não publicado no Brasil
Autor: Vicki Hinze
Editora: WaterBrook Multnomah
Ano: 2011
Páginas: 326







Seu inimigo não vai parar por nada por controle... 
Ela vai arriscar tudo por liberdade.

Um crime horrível despedaça a infância idílica de Lisa Harper. Seu pai está morto e sua mãe, Annie, desesperada rapidamente se casa com Dutch Hauk, um monstro abusivo que logo revela seu ódio por Lisa. Para protegê-la, Annie desafia seu marido cruel e entrega a custódia a uma amiga confiável. Enraivecido, Dutch jura manter Annie e Lisa separadas - e ele cumpre. Anos mais tarde, apesar de sutilmente conscientes das intenções maléficas de Dutch, Lisa e sua mãe tem a chance de ser uma família, protegida em um lar onde o amor existe. Mas elas falham em entender quão longe Dutch irá para cumprir sua palavra.
Determinado a controlar suas mulheres, Dutch se prova engenhoso. Seus associados no crime são temidos nos mais altos níveis ao redor do globo - e para Lisa eles planejam um destino pior que a morte. Apesar de Lisa também ter conexões formidáveis, incluindo o ex-oficial de Operações Especiais Mark Taylor. Sobrecarregado pelo seu próprio passado traumático, Mark tem amado Lisa de longe. Agora, para Lisa e sua mãe sobreviverem, Mark tem que arriscar sua vida - e muito mais difícil para ele, tem que confiar em Deus. Uma de todas as perguntas que os assombram: Mark e Lisa podem desembaraçar todos esses laços mortais antes que seja tarde demais?

UAU! Deixa eu dizer de novo: U-A-U!!!! (amo ponto de exclamação!!!!!!!!)
Mais um livro do BloggingForBooks, que até agora não me decepcionou. 

Para quem gosta de suspense e ação com romance no meio esse livro é perfeito, apesar de ter começado meio devagar pro meu gosto.
Basicamente o livro é um thriller que vai do crime organizado a espiões. Isso mesmo! Você não leu errado: ESPIÕES. Esquece 007, esses espiões aqui são ex-militares que formaram um laço de amizade eterna e ajudam uns aos outros não importa o que aconteça. E é ficção cristã! Puxa! Os escritores cristão estão super talentosos. Quero ser assim também quando eu crescer!

Esse livro é o número 2 da série Crossroads Crisis Center, o que obviamente eu não sabia e que mais obviamente ainda não impede de entender a história. Enquanto estava pensando no que escrever nessa resenha, lembrei da bandida Cíntia falando sobre mocinhas e heróis. Aah, acho que ela não vai gostar muito desse mocinho aqui não. 

Mark é todo traumatizado, tadinho sofreu absurdamente desde criança, então dou um desconto pra ele. Ou seja, ele ama a mocinha e não diz nada (que coisa!). Ele é todo certinho, carinhoso, inteligente, charmoso... (peraí rapidinho que babei no teclado hehehe).
Lisa, a mocinha da história, é uma médica recém-formada que voluntaria como instrutora de defesa pessoal no Centro de Crise Crossroads (o nome da série, hello!). Ela é faixa preta!!! Gostei dela de cara (apesar de ser loira haha). 
Imagina isso, um ex-militar e uma médica lutadora. É um romance lindo!!!!

O vilão: Dutch, padrasto da Lisa é o cão-chupando-manga-no-asfalto-quente-de-meio-dia. "Homizinho" ruim esse viu? Realmente é doloroso ler o que a mãe da Lisa, Annie, sofre com esse marido dela. 
Não sei bem o que dizer sobre Annie. Ela é uma mulher cristã, de caráter forte, mas não dá pra entender porque ela aguenta esse marido encapetado, quer dizer, dá pra entender sim: princípios. É o que a mantém em um casamento onde ela é prisioneira do marido.

Falei do time do Mark? Sam (o mais doidinho), Nick (o "dark"), Joe (super fofo) e Tim (o romântico). Junto com Mark, eles são os The Shadow Watchers, que só dá pra descobrir o que é lendo o livro.

Daqui em diante qualquer coisa que eu disser pode ser usado... Não! Qualquer coisa que eu disser vai conter um spoiler, é inevitável. Por isso vou encerrar aqui e deixar vocês com vontade de ler.
Eu achei MASSA!!!

Leia o prólogo e o primeiro capítulo aqui (em inglês).

Agora seja bonzinho(a) e deixe uma nota para essa resenha. Obrigada!


*Recebi esse livro gratuitamente do WaterBrook Multnomah Publishing Group para essa resenha.
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo