O final (decepcionante) de LOST.


 É, eu sei. Acho que já faz 1 ano que o último episódio foi ao ar, mas eu como boa fã que sou só assisti agora. 
Se alguém me perguntasse o que achei do THE END eu responderia:
Que porcaria foi aquela?

Isso não significa que desgostei da série como um todo, mas o finalzinho realmente deixou muito, muito a desejar.
Eu tive o "pressentimento" de que alguma coisa não ia ser legal. Era bom demais pra ser verdade. Comecei a sentir que alguma coisa não ia prestar no final da série quando...
-Os mortos começaram a aparecer (sem comentários);
-A figura de Jacob (por falar nisso, o ator é um vampiro agora em Being Human) apresentou entonações de "divindade" (sutil? Nem tanto, Mestre.);
-Richard não envelhece (caraca, essa fonte da juventude é boa).

E PUFT! Eu sabia.
Apesar de ter sido ralado (maranhês para tosco, ruim, etc), LOST é uma das minhas séries de TV favoritas e pode ser vista tendo em mente o que Paulo diz na Bíblia: "Retenha o que é bom". Não vá pensando que tudo é verdade ou sei lá o que as pessoas pensam ou se deixam impressionar. Hello! Realidade chamando, 1, 2, 3.

Razões pelas quais assisti LOST:
-Suspense, suspense;
-Mistério, mistério;
-Perguntas sem respostas;
-Tenho medo dos "Outros";
-Quem são "os Outros"?;
-Hã? Como assim?;
-O que tá acontecendo?;
-O que foi isso?

Já que reuniram quase todos os personagens principais das primeiras temporadas no fim, por que não o Mister Eko? Eu achava esse personagem interessante, mas não consigo lembrar como ele morreu mesmo kkkk (assistir/ler uma série aos poucos não é legal).

A cena que encerra foi bem bacana.

Uma coisa boa foi que os criadores não ficaram esticando, enchendo linguiça até a série ficar insuportavelmente chata (como aconteceu com Smallville). Seis temporadas deu o que tinha que dar. THE END!

O que vocês acharam?

Ah e eu vou sentir falta disso aqui:

This entry was posted in . Bookmark the permalink.
Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px