28 de maio de 2011

Cinco segundos de fama de uma "Isaura in America"

Isaura é brasileira, é nordestina, vive no exterior, trabalha até ficar vesga e quando chega em casa é só pra dormir.
Mas um dia Isaura resolve que vai tirar uma semana de folga porque até Deus descansou no 7° dia. Com isso adivinha o que aconteceu?

Ela foi ver a gravação do Caldeirão do Huck na Times Square. E conseguiu uma localização privilegiada por trás dos entrevistados. Ela pensa: Pelo menos o povo lá de casa me vê um pouco. Ela só não faz idéia do que é maior: o sorriso ou a testa?
Percebe? Por isso não faço piada com o narigão das pessoas!

Por alguma razão bizarra depois de só ver mineiros, paulistas, cariocas e goianos serem entrevistados, Isaura diz em alta voz: E os nordestinos? Luciano Huck ouve e a chama.
Sem pensar duas vezes ela puxa o braço da amiga baiana (também uma Isaura) que apesar dos protestos sentou-se próxima ao entrevistador.

Huck pergunta sobre quanto tempo as Isauras moram aqui, o que fazem, etc etc etc. Nenhuma Isaura é capaz de recordar as palavras exatas que foram proferidas naqueles segundos. Mas com certeza no final teve: Posso tirar uma foto?

Mas Isaura que é Isaura sabe que a probabilidade de sua entrevista ir ao ar é mais ou menos 0,001 em 10000000000000000, mas nem por isso seus perfis nas redes sociais ficaram parados. Na verdade o Brasil inteiro parou para ver Isaura-figurante-com-cara-de-paisagem na TV no sábado passado e ainda teve direito a reprise no Vídeo Show durante a semana.

A mãe e avó da Isaura se emocionaram tanto com o desempenho da mesma que choraram de emoção.
Ela é tão talentosa! exclamou a mãe de Isaura aos prantos diante de seu televisor.
A revista Caras obviamente não poderia perder a oportunidade de estampar esta mais nova celebridade em sua última edição. Confira:
 Mas Isaura diz que não está deslumbrada com o sucesso repentino.
Minha vida segue igual. Um dia de cada vez. Mas lidar com os paparazzis é a parte mais chata principalmente quando estou trabalhando.
De acordo com ela, os cachorros de madame reclamam muito da exposição excessiva que eles vêm sofrendo na mídia.
Somos cachorros americanos e exigimos respeito e privacidade, não queremos nossa vida pessoal estampada na TV e revistas, principalmente quando precisamos ir ao banheiro!, disse um poodle que não quis se identificar.

Isaura com certeza ainda vai ter muita história pra contar. Aguardem!

  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo