DL 2011 (Dezembro): "Canary Island Song"

LANÇAMENTO 2011


Título: Canary Island Song
"Canção das Ilhas Canárias" (não publicado no Brasil)
Autora: Robin Jones Gunn
Editora: Howard Books
Páginas: 284
Lançamento: 5 de julho




Quando a filha crescida de Carolyn lhe diz que ela precisa "ter uma vida", Carolyn decide que hora de deixar sua rotina familiar como uma mulher solteira em San Francisco e escapar para a casa de sua mãe nas Ilhas Canárias. Já que a mãe de Carolyn está celebrando seu septuagésimo aniversário, o momento da sua visita se torna uma surpresa perfeita.
A surpresa, no entanto, é para Carolyn quando ela vê Bryan Spencer, seu amor de verão do tempo de Ensino Médio. Se passaram sete anos desde que Carolyn perdeu seu esposo, mas desde aquele dia trágico, sua vida tem diminuido e se fechado. O tempo chegou para Carolyn ter seu coração de volta.
É preciso a afeição gentil de sua mãe e tias, assim como a ministração da beleza e canção das ilhas para atrair Carolyn para a plenitude da vida. Ela é levada por uma lição de dança flamenca, um passeio de camelo definitivo [???] e o olhar firme dos intensos olhos azuis-acinzentados de Bryan. [suspiros...]
É tarde demais para Carolyn confiar em Bryan? Carolyn pode acreditar que Bryan se tornou algo mais do que o garotão de praia rebelde que roubou seus beijos tantos anos atrás em uma perfumada noite das Ilhas Canárias?
Carolyn é lembrada que Cristóvão Colombo partiu das Ilhas Canárias em 1492 em sua viagem para descobrir o Novo Mundo. Ela está preparada para partir dessas mesmas ilhas para descobrir sua nova vida?

Mais um romance terno como só a Robin sabe fazer *-*. Quem já leu algo da autora, sabe que ela tem "uma coisa" por lugares exóticos principalmente ilhas (Havaí no topo da lista), se continuar assim, um dia ela  vai acabar chegando em São Luís, Ilha do Amor hehehe.
E todas as fãs de Ted -Todd Spencer dão gritinhos desesperados já que o protagonista dessa história é ninguém menos que o Mr. Spencer-Pai, aham, Mr. Bryan Spencer. Pelas descrições, o cara se enquadra na categoria "coroa-enxuto-lindo-maravilhoso-vai-ser-gato-assim-lá-em-casa". Mas não pensem que o papai do nosso mocinho favorito de todos os tempos agia como o filho dele na juventude. Muito pelo contrário, ele me pareceu muito mais com uma versão "motoqueiro-surfista" do (antigo) Rick Doyle com direito a cabelo comprido e tudo mais.
Mas o livro não se prende ao passado negro dos protagonistas, além de Bryan, Carolyn também tem seus segredos obscuros.

Canary Island Song é a típica história de duas pessoas que tiveram um, ah, digamos, romance de verão na adolescência e que por causa do que quer que seja, eles seguiram caminhos diferentes. Casaram, tiveram filhos e coisas assim... Passaram por divórcio ou viuvez e tentam viver da melhor maneira possível (ou quase) com o que a vida lançou em seus caminhos.
Um belo dia sem nenhum tipo de planejamento, acontece. Eles se reencontram 25 anos depois! Oh, oh, oh!
Geralmente acho essas histórias muito surreais para meu gosto, mas nesse caso não ficou tão forçado, aparentemente Carolyn amava o marido e não ficava pensando e querendo o outro durante o casamento. Mas depois que seu marido morre, Carolyn parece estar morrendo lentamente também. 
Nesse caso entra em cena a "operação família-se-metendo-na-vida". Ela tem 45 anos e as tias marocas ficam querendo que ela arrume alguém (como se isso fosse a coisa mais fácil do mundo. Tá, senta lá!) porque ela é bonita e ainda tá nova, blá, blá, blá. Então por causa de uma "coisa de Deus", ela acaba reencontrando Bryan e seu inseparável celular.

Além de Bryan, outro conhecido da Série Cris que aparece nesse livro é Matthew Kingsley (que está sofrendo uma crise de identidade aguda por causa da Editora Betânia que "traduziu" seu nome de duas formas diferentes). Na verdade ele só faz uma participação pra lá de especial, apesar de ser mencionado desde o início do livro. Acreditem, ele tem uma parte MUITO interessante!

Gostei dos extras no final do livro também: Fotos da Robin e suas amigas nos locais que são mencionados ao longo do livro e com legendas sobre cada foto. O guia de leitura. E por fim, a entrevista com a autora.

O livro ganhou 4 estrelinhas!!!

This entry was posted in ,,. Bookmark the permalink.
Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px