24 de junho de 2012

A Lição das Estações*


Era uma manhã bem fria. Eu tinha acabado de ler a Bíblia e enquanto orava, olhava para o céu e para as árvores com seus galhos secos. Era o final do outono e senti que aquelas árvores podiam compreender exatamente o que eu estava sentindo.
Comecei a pensar sobre como o ciclo da vida assemelha-se ao ciclo das estações do ano. Assim como as estações marcam períodos no tempo, nossa vida também é marcada por estações.
Durante o verão, o sol brilha intensamente. Nesse período gostamos de nos divertir, de sorrir, de aproveitar as oportunidades. No verão a vida é uma “festa”, e mesmo com as possíveis dificuldades, nós temos energia para lutar e ultrapassar os obstáculos que porventura surjam à nossa frente. É também o período de conhecer o novo, de deixar nossa zona de conforto e nos arriscar, nem que seja um pouquinho.
Mas chega aquele dia em que as temperaturas começam a cair e o vento começa a ficar mais forte e frio. O outono traz consigo o espetáculo das cores que simboliza transformação. A mudança que as folhas sofrem no outono significa transição, elas estão morrendo lentamente porque o inverno está se aproximando. Dessa forma, após proporcionar uma beleza ímpar através da foliage, as folhas secam e caem, deixando as árvores com aparência de mortas. Nos sentimos assim  quando situações fogem do nosso controle e nossa vida muda drasticamente.
O inverno então traz a “morte”, as tempestades, o sofrimento, as dificuldades, a melancolia, a dor. As folhas se foram e não existe mais brilho e “vida”. O inverno é o período de recolhimento, de olhar para dentro de nós mesmos, e de chorar por causa das perdas que não podemos evitar. E apenas nos resta a esperança de que logo haverá renovação; e que “nossas folhas” voltarão a viver, assim como nossa beleza.
Com a primavera, vem o renascimento dos sonhos e da vida. As flores e folhas brotam, encantando a todos com perfume e alegria. É mais fácil sorrir e acreditar. É mais fácil compreender o que o inverno significou.
Deus age em nossas vidas de maneira única. Ele trabalha em cada um de nós para nos aperfeiçoar para sua glória. O outono e o inverno, apesar de dolorosos, são necessários porque sem eles não haveria renovação, aprendizado e crescimento. Sem o outono e o inverno, não haveria o verão e a primavera.
Tenha esperança quando seu outono chegar e você não for capaz de evitar as mudanças impostas pela vida. Tenha esperança quando o inverno for o mais rigoroso pelo qual você já passou, e parece inacabável. Lembre-se que a primavera, pode até demorar, mas ela sempre chega.
“O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.” (Salmo 30:5b)


*Crônica originalmente publicada na edição n° 246 do Jornal O Mensageiro 7.
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo