6 de junho de 2012

The Ninth Step, de Barbara Taylor Sissel

O que te prende a um livro? O que te faz virar as páginas dele até o final?
Essas são perguntas que nos fazem quando queremos [aprender a] ser escritores.
Isso é importante porque antes de escritores somos leitores. Um escritor que não lê é como um médico que só teve aulas teóricas. E todo mundo sabe o que acontece nas duas profissões quando nos deparamos com "profissionais" desqualificados. Isso vale pra qualquer profissão!

Tudo isso pra dizer que um ebook despretensioso, com um enredo simples fez seu caminho até mim. Tudo muito simples. Uma história como tantas outras que leio. Porém só fui dormir tarde porque eu queria e precisava terminar o livro imediatamente.
Não era dos meus gêneros favoritos (policial e suspense). Nem era juvenil e muito menos chic-lit (humm, talvez). Mesmo assim me prendeu até o último momento. Não teve nada mirabolante (talvez #2), nem uma protagonista perturbada das ideias. E só não entrou para minha lista de favoritos porque achei o final abrupto e sem uma resposta concreta (entendi o que autora quis fazer, mas mesmo assim fiquei frustrada). Mesmo com esse defeito, o livro foi tão bem construído que eu lembro que assim que terminei, meu primeiro pensamento foi: "Quero aprender escrever histórias desse jeito. Coisas comuns, mas que fazem o leitor continuar virando as páginas mesmo morrendo de sono."

Laço branco
Vestido de noiva
Ela entrou no jardim
O que ela encontrou?
Oh. tristeza
Tristeza imensa
Não teria noivo

Uma mulher, Livie Saunders, foi abandonada no altar seis anos antes e o noivo fujão, Cotton O'Dell, simplesmente desapareceu, evaporou sem rastros. PUFT! E apesar de ter prometido a si mesma seguir em frente, às vezes Livie sofre lapsos dos quais ela tenta não lembrar durante o dia.
Mas o livro começa mesmo seis anos depois de Cotton ter desaparecido e de Livie ter reconstruído sua vida. Porém, ele está de volta na cidade, querendo consertar o que for possível.
Cotton quer "fazer reparações", o que nos leva ao título do livro, "O Nono Passo" referindo-se aos passos dos A.A.: 9. Fizemos reparações diretas dos danos causados a tais pessoas, sempre que possível, salvo quando fazê-las significasse prejudicá-las ou a outrem.

Oh, sua alma
Nunca deixou o jardim.
Laço negro
Vestido preto longo
Ela está caminhando
Em suas lembranças
Ela está tão sozinha.

Fiquei o tempo inteiro tentando descobrir o segredo de Cotton. Que segredo tão grande era esse que o fez sumir exatamente no dia de seu casamento? E por que voltar tantos anos depois querendo consertar as coisas? Quando finalmente descobri, fiquei me perguntando como ele conseguiria reparar um erro irreparável.
Mas a gente às vezes faz isso também, né? Comete um erro no "calor do momento" e foge, achando que assim as coisas podem se consertar sozinhas. Quantos corações destruímos quando não nos responsabilizamos por nossos atos.


Título: The Ninth Step*
Autora: Barbara Taylor Sissel
Ebook by Amazon
Ano: 2011
Páginas: 236

THE NINTH STEP é uma história de redenção, de ser levado aos seus joelhos na sóbria luz do dia e encarar um erro monstruoso e ainda assim, de alguma forma, encontrar forças para se levantar, para tentar e corrigir. Mesmo que essa decisão despedace seu coração, coloque em perigo sua liberdade e por fim ameace sua vida 




Música: The Garden - Sixpence None the Richer


*Recebi esse ebook gratuitamente através do programa NetGalley.
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo