27 de agosto de 2012

Thinner (A Maldição do Cigano)

TERROR / HORROR / SOBRENATURAL




Título: Thinner
Autor: Stephen King escrevendo como Richard Bachman
Editora: Penguin
Lançamento: 1984
Edição lida: 2009


When an old gypsy man curses Billy Halleck for sideswiping his daughter, six weeks later he's ninety-three pounds lighter. Now Billy is terrified. And desperate enough for one last gamble... that will lead him to a nightmare showdown with the forces of evil melting his flesh away.


[Gente, não desisti do NaNoWriMo, mas depois do post sem noção da Isaura eu tinha que vir aqui. Ignorem essa maluca!]

Esse livro não me assustou. Me deixou preocupada como iria acabar sim, mas susto mesmo eu não tive.
É tão diferente ler os livros do King sob um olhar adulto agora. Definitivamente vou reler os meus preferidos da adolescência e checar se vou sentir a mesma coisa (provavelmente não).
Para quem já é acostumado com a narrativa do Stephen King não vai achar tanta diferença assim: suspense psicológico super forte misturado com sobrenatural.

Se há algo que Thinner vem confirmar (e pra entender a tradução do título para o português) é a má reputação dos ciganos ao redor do mundo. Não sei se tudo que falam é realmente verdadeiro, mas nunca vi ninguém falando bem de ciganos, a não ser na novela da Glória Perez, Explode Coração. Ah, e tem aquele filme super triste e cheio de bobiça com o Johnny Depp e a Christina Ricci, The Man Who Cried (Por que Choram os Homens).
O certo é que o povo diz um monte de coisa (ruim) sobre os ciganos, especialmente para assustar crianças.

Claro que Bill, um americano branco de classe média alta, não seria diferente. E para não se sentir culpado pelo acidente, ele culpa os ciganos por terem vindo para sua cidade, ele culpa a cigana idosa por não ter atravessado na faixa de pedestres, ele culpa sua esposa por [CENSURADO]. Com isso, sua maior raiva acaba sendo direcionada aos que estavam envolvidos na situação, mesmo que indiretamente.
O ciclo de ação-consequência-ação se forma, enquanto isso Bill não sabe o que fazer com o peso que ele está perdendo sem fazer nenhum tipo de dieta. Lentamente.

Como a história acaba? Bill vai conseguir reverter a maldição do cigano?

O final é bem naquele estilo "kinguiano", termina no meio de uma ação e você fica com cara de O.o.

Até a próxima leitura (ou tema)

  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo