15 de janeiro de 2013

Pão ou sapato?

Não sou muito ligada em TV, a não ser pra ver uma série ou filme que eu REALMENTE gosto, mas às vezes é bom parar e observar algumas coisas que estão acontecendo ao nosso redor e que só sabemos porque vão parar nas notícias.
O jornal estava falando sobre o aumento dos preços em geral (principalmente dos combustíveis) - o que eu já tinha notado no bolso, obviamente - e uma jovem entrevistada reclamou da situação econômica do país. 
"É um absurdo que tenhamos que escolher se vamos comprar pão ou sapato."

Essas foram as palavras dela e depois disso não prestei mais atenção em muita coisa (tá, lembro do cara que quebrou a loja de celulares depois de se irritar com o atendimento ao consumidor u.u), porém essa frase não saiu da minha cabeça: pão ou sapato?

Questionei uma pessoa americana: 
"Vocês nunca passaram por uma situação assim antes, né?"
A resposta foi:
"A classe média e alta não, mas o pobre sempre teve que fazer essa escolha."

E foi impossível não pensar nos pais assalariados do meu país que simplesmente não tem escolha. Primeiro é o pão para alimentar os filhos, o que vem depois só Deus sabe.
E todos os dias milhões de pessoas tem que suar (e muito) para conseguir o sustento e não passar fome. Talvez a pergunta que essas pessoas fariam seja um tanto diferente do que a da jovem americana.
"Pão ou pagar as contas?"