21 de agosto de 2013

An0maly, de Krista McGee

"Acho que sempre soube que havia algo errado comigo." 

Essa é a primeira frase do capítulo um. Thalli sente que há algo errado com ela, mas não sabe explicar ou entender porque não existem explicações. Isto é, explicações conhecidas para as pessoas do mundo em que Thalli vive.
O mundo como conhecemos foi dizimado numa guerra nuclear algumas décadas antes. Com isso, um novo mundo foi contruído no subterrâneo graças à intervenção de dez cientistas que previram o que aconteceria com a terra e tomaram providências.

O começo do livro me deu a sensação de estar diante de uma mistura entre Admirável Mundo Novo e Jogos Vorazes. A estrutura social é completamente diferente da que conhecemos, não existe casamento, religião, etc, e os humanos são produzidos em laboratórios com genes que determinam suas funções específicas e que garantam a manutenção das castas obrigatórias para o bom funcionamento da sociedade.
Além disso, os novos humanos não possuem sentimentos ou doenças. Caso isso aconteça, eles são considerados anomalias e devem ser eliminados para não "infectar" os outros.

O livro é narrado pela nossa protagonista de 16 anos. A função dela é a da música, mas não para autosatisfação, e sim para garantir a eficiência de todos os outros adolescentes que fazem parte de seu complexo habitacional que mais parece um hospital-prisão.O problema todo é porque ela sente coisas que os outros não sentem e ela questiona, o que é considerado uma malformação genética.
O Estado é controlado por um grupo de cientistas que se chama, Os Dez. Eles são sobreviventes da guerra que decidiram criar o novo mundo retirando o que eles acreditam ser a causa da destruição da humanidade.

Claro que Thalli acaba não conseguindo esconder seus sentimentos por muito tempo e os cientistas têm que eliminá-la, mas com a ajuda de seu amigo, Berk, que está sendo treinado para se tornar cientista, ela acaba ganhando mais um tempo de vida. Com isso, ela é submetida à uma bateria de testes, e Thalli acaba descobrindo que os cientistas escondem mais segredos do que ela poderia imaginar, segredos que podem mudar a vida de todos os habitantes do novo mundo.

O epílogo é a única parte narrada em terceira pessoa e faz o gancho cheio de curiosidade para o segundo livro que será lançando em 2014.
Fiquei em dúvida se tudo o que acontece com Thalli foi planejado desde o início, ou se os cientistas apenas decidiram usar o que acontece no final do livro.

 Para quem já leu vários livros distópicos, An0maly é só mais do mesmo. A autora não criou nada espetacular que o diferencie de outros livros com o mesmo tema. A minha motivação cresceu à medida que fui conhecendo as personagens e me preocupando com elas e com seus destinos.


Título: An0maly*
Autora: Krista McGee
Editora: Thomas Nelson
Ano: 2013
Páginas: 312
Comprar: Amazon / ChristianBook



Thalli has fifteen minutes and twenty-three seconds to live. The toxic gas that will complete her annihilation is invading her bloodstream. But she is not afraid.
Decades before Thalli’s birth, the world was decimated by a nuclear war. But life continued deep underground, thanks to a handful of scientists known as The Ten. There they created genetically engineered human beings who are free of emotions in the hope that war won’t threaten the world again.
Thalli is an anomaly, born with the ability to feel emotions and a sense of curiosity she can barely contain. She has survived so far by hiding her differences. But then her secret is discovered when she’s overwhelmed by the emotion of an ancient piece of music.
The Ten quickly schedule her annihilation, but her childhood friend, Berk - a scientist being groomed by The Ten - convinces them to postpone her death and study her instead. While in the Scientists’ Pod, Thalli and Berk form a dangerous alliance, one strictly forbidden by the constant surveillance.
As her life ticks a way, she hears rumors of someone called the Designer - someone even more powerful than The Ten. What’s more, the parts of her that have always been an anomaly could in fact be part of a much larger plan. And the parts of her that she has always guarded could be the answer she’s been looking for all along.
Thalli must sort out what to believe and who to trust, before her time runs out.





* Recebi esse livro gratuitamente através do Programa BookSneeze®  especificamente para esta resenha.
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo